Home / Notícias / DENGUE / RS / 2019
DENGUE / RS / 2019

DENGUE / RS / 2019

Com o aumento das chuvas e tempestades no RS, deve-se ter um cuidado maior no combate do mosquito da Dengue.

Tendo em vista o grande acumulo de águas, devido a estação chuvosa que o Rio Grande do Sul está atravessando, torna-se de extrema importância intensificar os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti – transmissor do vírus da Dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

Atualmente, foi descoberto que a fêmea do mosquito não se reproduz somente em água limpa e parada, pelo contrário. O mosquito pode se reproduzir em águas com altos níveis de poluição, como o esgoto por exemplo. A fêmea observa vários fatores favoráveis ao crescimento das larvas, como a temperatura, luminosidade e resquícios de matéria orgânica. As larvas do aedes são sensíveis à luz, o que faz com que se desenvolvam bem em águas turvas.

Entre janeiro e agosto deste ano, foram notificados 3.756 casos de suspeita de dengue no Rio Grande do Sul, sendo que foram confirmados 1.278. Desta forma, existem 372 municípios do RS classificado como infestado pelo mosquito – alguns deles são vizinhos ao nosso município.

Felizmente, Boa Vista do Sul não registrou nenhum caso envolvendo o mosquito Aedes aegypt, mas para mantermos a nossa posição de município não infestado TODOS devemos fazer nossa parte. Seguem abaixo algumas ações simples para evitar a proliferação do inseto:

  • Tampar caixas d’água, toneis e latões
  • Manter limpos os bebedouros de animais
  • Guardar garrafas vazias com o gargalo para baixo
  • Guardar pneus sob abrigos
  • Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises
  • Não acumular água nos vasos de plantas
  • Manter a piscina tratada durante todo o ano
  • Colocar embalagens de vidro, lata e plástico em lixeiras fechadas.

Lembramos a população que no caso de suspeita em relação a Dengue entre em contato urgente com a Secretaria de Saúde Municipal – Setor da Vigilância.

 

Texto informativo VSM_01/2019

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ir para o topo